Testemunhos

“Como sabes, meu caro Wantuil, nem todas as publicações poderiam ser corretas, no caso escandaloso, e nem todos os jornalistas me procuram com boas intenções. Mas como sabes também, e conforme assevera o nosso Emmanuel, “na tarefa mediúnica, não podemos agradar a todos, mas não devemos desagradar a ninguém”. Minha situação era muito delicada e mesmo assim não faltaram inúmeros confrades que me escreveram cartas impiedosas e irônicas, quando liam reportagens em desacordo com a verdade dos fatos, como se eu devesse controlar todos os jornais que escreveram sobre o acontecimento. Alguns me perguntaram acremente se eu não estava obsediado e se já não havia enlouquecido. (…) Continuemos, me amigo, em nossos trabalhos, edificados na consciência tranqüila.

Fragmento de carta de Chico Xavier a Wantuil de Freitas (ex-presidente da FEB) a respeito da postura assumida por ele, diante das perseguições advindas após o lançamento do livro “Parnaso de Além-Túmulo”.

Do livro “Testemunhos de Chico Xavier” de Suely Caldas Schubert.

¨¨¨¨¨¨¨

“Recebi teus apontamentos sobre os nosso irmãos (…) e os demais. Eles vão criticando e seguiremos trabalhando. O padre Júlio Maria (era um padre francês, segundo apontamentos de Wantuil, a lápis, na carta) começou uma série de trabalhos combativos contra o “Parnaso de Além-Túmulo” e, depois, contra Emmanuel e os nossos amigos da Espiritualidade, em agosto de 1932.

Durante doze a treze anos, escreveu mensalmente artigos de excomunhão e perseguição sombrios. Quando esse amigo desencarnou, ultimamente, disse-me Emmanuel __  “Vamos orar pelo nosso irmão Júlio Maria; com ele sempre tivemos um cooperador maravilhoso __ dava-nos coragem na luta e concitava-nos a trabalhar.” Os adversários são nosso valiosos instrutores e colaboradores de importância. Foi Emmanuel que também me disse um dia __ “Não te aflijas com os que te batem __ o martelo que atormenta o prego com pancadas fá-lo mais seguro e mais firme.” (…)

Fragmento de carta de Chico Xavier a Wantuil de Freitas em 1946.

Do livro “Testemunhos de Chico Xavier” de Suely Caldas Schubert.

¨¨¨¨¨¨¨

“Gostei de tuas apreciações sobre a fotografia. Todos os fotógrafos deste mundo entendem de me ajudar. Imagina que um deles chegou a fazer-me retratos tão escandalosamente retocados e coloridos que tive de agradecer, receber e … queimar. Em compensação, os retratistas do outro mundo não me perdoam e fazem-me sentir, a cada hora, a extensão da minha fealdade, para ver se eu conserto alguma coisa antes da morte do meu corpo. Esses fotógrafos são tão bons que não me retrataram, porque se o fizessem toda gente fugiria de mim. Mandei também um retrato daqueles ao Ismael e estou esperando a reação dele. Vamos ver o que dirá. Estou certo de que ele me escreverá ajudando-me a combater a vaidade.”

Fragmento de carta de Chico Xavier a Wantuil de Freitas em 1946.

Do livro “Testemunhos de Chico Xavier” de Suely Caldas Schubert.

¨¨¨¨¨¨

“Noto, contudo, que Emmanuel, desde fins de 1941, se dedica, afetuosamente, aos trabalhos de André Luiz. Por essa época, disse-me ele a propósito de “algumas autoridades espirituais” que estavam desejosas de algo lançar em nosso meio, com objetivos de despertamento.

Falou-me que projetavam trazer páginas que nos dessem a conhecer aspectos da vida que nos espera no “outro lado”, e, desde então, onde me concentrasse, via sempre aquele “cavalheiro espiritual”, que depois se revelou por André Luiz, ao lado de Emmanuel. Assim decorreram quase dois anos, antes do “Nosso Lar”.

“(…) Desde então, vejo que o esforço de Emmanuel e de outros amigos nossos concentrou-se nele, acreditando, intimamente, que André Luiz está representando um círculo talvez vasto de entidades superiores. Assim digo porque quando estava psicografando o “Missionários da Luz”, houve um dia em que o trabalho se interrompeu.

Levou vários dias parado. Depois, informou-me Emmanuel, quando o trabalho teve reinício, que haviam sido realizadas algumas reuniões para o exame de certas teses que André Luiz deveria ou poderia apresentar ou não no livro. Em psicografando o capítulo Reencarnação, do mesmo trabalho, por mais de uma vez, vi Emmanuel e Bezerra de Menezes, associados ao autor, fiscalizando ou amparando o trabalho.”

“(…) A luz que, por vezes, me rodeia me amedronta. Vejo, ouço, e me movimento, no círculo destes trabalhos, mas, podes, crer, vivo sempre com a angústia de quem se sente indigno e incapaz. Cada dia que passa, mais observo que a luz é luz e que a minha sombra é sombra. Reconhecendo a minha indigência, tenho medo de tantas responsabilidades e rogo a Jesus me socorra.”

Fragmentos de carta de Chico Xavier a Wantuil de Freitas em 1946.

Do livro “Testemunhos de Chico Xavier” de Suely Caldas Schubert.

Responses

  1. .

  2. um prato cheio de humildade. isso é lindo de se ver/ler.

  3. Nossa, a cada dia lendo chico, vejo que tenho muito á aprender!!! quanta sabedoria e humildade!!!! obrigado por compartilhar essas informações.

    • Gente quando vejo os testemunho do nosso querido Xico vejo
      o quanto tenho de melhorar e caminhar
      Ser humilde ; apreder amar e perdoar .
      Gratidão eterna aos amigos espirituais ,
      a FEEAK e ao C.Alberto
      Que Jesus nos abençõe em nossa caminhada …
      Um abraço frateno ♥

  4. São muito interessantes esses depoimentos. Eu sou católica ha 40 anos, pois nasci dentro do Catolicismo, mas sou admiradora da Doutrina Espírita, estou enviando esse comentário para dizer que embora eu nunca tivesse lido sobre Chico Xavier, no dia 12 de outubro desse ano, ao assistir o filme sobre Ele, filme esse que há meses estava em minhas mãos e eu ia devolver sem ler, obtive a solução para algo que me atormentava há dias e principalmente naquele momento. As palavras de Emmanuel e de Chico Xavier, desataram um nó dentro de mim e eu que estava adoentada há diaa, senti uma força e uma melhora considerável dentro de mim. Senti uma atmosfera maravilhosa dentro de meu lar, Lugar esse onde constantimente eu e meu marido fazemos orações Católicas e eu oro para os irmãos de Luz a prece de Cáritas também. Na realidade, ao longo do tempo, o meu humilde amor a Jesus Cristo, aos irmãos de Luz e a minha paixão pela prática da caridade tem me rendido muitos frutos e tem sido constante sinais sagrados em sonho. E pelo que estou percebendo, parece-me que aos poucos esses sinais do mundo sagrado aos poucos estão vindo em estado de vigília também. Louvado seja Deus e que o amor de Jesus Cristo esteja sempre presente emnossa vida. Amém. Louvado sejam os irmãos de Luz. Deus abençõe Emanuel e o irmão de Luz Chico Xavier. Amém. Assim Seja!

  5. Meu olá fraternal a todos!
    Confesso que fico preocupado com as cenas ao redor das mensagens que André Luis poderia ou não enviar.
    Por que esta censura?
    Agradeço às pessoas que pesquisam seriamente sobre o espiritismo e quiserem me responder.

  6. Bom dia, como é bom falar de Chico , ouvir de Chico!.. “não podemos agrdar à todos mas… não devemos desagradar nimguem”!!!
    José Manuel.

  7. Boa tarde poderia me dizer porque algumas pessoas tem recordações do seu passado e qual é o objetivo dessas recordações?Preciso muito desta resposta obrigada rejaneolive@bol.com.br


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.057 outros seguidores