Publicado por: . | 30 agosto, 2013

Ergamo-nos – Emmanuel

Ergamo-­nos 

“Levantar­me­-ei e irei ter com meu pai..”

(Lucas, 15:18) 

Quando o filho pródigo deliberou  tornar aos braços paternos, resolveu intimamente levantar-­se. Sair da cova escura da ociosidade para o campo da ação regeneradora. Erguer-­se do chão frio da inércia para o calor do movimento reconstrutivo. Elevar-­se do vale da indecisão para a montanha do  serviço edificante. Fugir à treva e penetrar a luz. Ausentar-­se da posição  negativa  e absorver-­se na reestruturação dos próprios ideais. Levantou-­se e partiu no rumo do Lar Paterno. Quantos de nós, porém, filhos pródigos da Vida, depois de estragarmos as mais valiosas oportunidades, clamamos pela assistência do Senhor, de acordo com os nossos desejos menos dignos, para que sejamos satisfeitos? Quantos de nós descemos, voluntariamente, ao abismo, e, lá dentro, atolados na sombria corrente de nossas paixões, exigimos que o Todo ­Misericordioso se faça presente, ao nosso  lado, através de seus divinos mensageiros, a fim de que os nossos caprichos sejam atendidos?Se é verdade, no entanto, que nos achamos empenhados em nosso  soerguimento, coloquemo-­nos de pé e retiremo-­nos da retaguarda que desejamos abandonar. Aperfeiçoamento pede esforço. Panorama dos cimos pede ascensão. Se aspiramos ao clima da Vida Superior, adiantemo-­nos para a frente, caminhando com os padrões de Jesus.

Levantar-­me-­ei, disse o moço da parábola. ― Levantemo-­nos, repitamos nós.

Psicografia de F. C. Xavier Livro Fonte Viva. FEB 

Publicado por: . | 29 agosto, 2013

Aniversários de Amigos – Bezerra e Arnaldo

Nosso inesquecível amigo Arnaldo Rocha, neste  29/08/2013 estaria completando 91 anos – 29/08/1922. A data é muito significativa, pois neste mesmo dia, porém em 1831, na cidade de Riacho do Sangue, no Ceará, nascera o Patrono da Unificação Bezerra de Menezes. 

Arnaldo enaltecida a “coincidência” das datas. Ele se sentia tocado profundamente por ter nascido no mesmo dia do Apóstolo do Cristo, o que aumentava a sua responsabilidades de cuidar com atenção do próprio soerguimento na dramaticidade da vida.

No livro Ave, Cristo! ditado por Emmanuel, através das mãoes luz de Chico Xavier, estas duas almas são presenças marcantes. Dr Bezerra encarnava a personalidade do Cristão Ápio Corvino, que entregou a própria vida para salvar o novo discípulo de Jesus, Quinto Varro. O fato se deu pelo comprometimento de ambos, Ápio Corvino nonagenário e Varro na flor da idade, em uma importante missão, a de ajudar o jovem Taciano, o nosso querido Naldinho, endireitar o seu coração para conhecer o Evangelho.  

O romance de Emmanuel por si só representa um tesouro de exponencial valor, o que já é conhecido no Movimento Espírita. Por isso aproveitamos este singelo preito de respeito e gratidão para incentivar a você, estudioso da Doutrina Espírita, mergulhar nestas águas lustrais do Cristianismo primitivo, que por certo apresentará Histórias que podem auxiliar na compreensão das Leis que regem a nossa vida.

Ao nosso Naldinho, 

receba nossas vibrações reconhecidas, pelo muito que nos ofertastes em gestos de bondade e carinho, que ficarão guardadas debaixo de sete chaves, no lado esquerdo do peito.

Que os Amigos para Sempre, reunidos na Casa do Pai, possam continuar nos estimulando seguir Jesus, o Mestre e Senhor, a caminho da excelsa e sonhada redenção,  Até breve, companheiros…………………..Beto


DSC09149_1024x576 Foto 1
 

 

Publicado por: . | 29 agosto, 2013

Homenagem a Arnaldo Rocha

Publicado por: . | 29 agosto, 2013

Arnaldo Rocha fala de sua vida com Meimei e Chico

Imperdível esta entrevista com Naldinho:
Parte 1:

Parte II:

 

Publicado por: . | 28 agosto, 2013

Chico Xavier Apóstolo da Humildade Palestra

Palestra realizada por ocasião da Semana Especial Apóstolos do Cristinismo, no Grupo Scheilla Belo Horizonte, por Beto Costa

Publicado por: . | 28 agosto, 2013

Ante a lição – Emmanuel

“Considera  o  que  te  digo,  porque  o  Senhor  te  dará  entendimento em tudo.”                                                                                                                     Paulo (II Timóteo, 2:7) 
Ante a exposição da verdade, não te esquives à meditação sobre as luzes que recebes. Quem fita o céu, de relance, sem contemplá­lo, não enxerga as estrelas; e quem ouve uma sinfonia, sem abrir­lhe a acústica da alma, não lhe percebe as notas divinas. Debalde escutarás a palavra inspirada de pregadores ardentes, se não  descerrares o coração para que o teu  sentimento mergulhe na claridade bendita daquela.
Inúmeros seguidores do Evangelho se queixam da incapacidade de retenção  dos ensinos da Boa Nova, afirmando­se ineptos à frente das novas revelações, e isto  porque não dispensam maior trato à lição  ouvida, demorando­se longo tempo na província da distração e da leviandade. Quando a câmara permanece sombria, somos nós quem desata o ferrolho à 
janela para que o sol nos visite. Dediquemos algum esforço à graça da lição e a lição nos responderá com as suas graças. O apóstolo dos gentios é claro na observação. “Considera o que te digo, porque, então, o Senhor te dará entendimento em tudo.”  Considerar significa examinar, atender, refletir e apreciar. Estejamos, pois, convencidos de que, prestando atenção aos apontamentos do Código da Vida Eterna, o Senhor, em retribuição à nossa boa­ vontade, dar­nos-­á entendimento em tudo.

Fonte Viva. Psicografia de F C Xavier.

Publicado por: . | 27 agosto, 2013

Chico e a sua História – depoimento

Palavras minhas

Nasci em Pedro Leopoldo. Minas, em 1910. E até aqui, julgo que os meus atos perante a sociedade da minha terra são expressões do pensamento de uma alma sincera e leal, que acima de tudo ama a verdade; e creio mesmo que todos os que me conhecem podem dar testemunho da minha vida repleta de árduas dificuldades e mesmo de sofrimentos.  

Filho de um lar muito pobre, órfão de mãe aos cinco anos, tenho experimentado toda a classe de aborrecimentos na vida e não venho ao campo da publicidade para fazer um nome, porque a dor há muito já me convenceu da inutilidade das bagatelas que são ainda tão estimadas neste mundo.

E, se decidi escrever estas modestas palavras no limiar deste livro, é apenas com o intuito de elucidar o leitor, quanto à sua formação.

Começarei por dizer-lhe Leia Mais…

Publicado por: . | 27 agosto, 2013

Oração Nossa Emmanuel

Oração Nossa – Emmanuel – Psicografada por Chico Xavier
Senhor,
ensina-nos a orar sem esquecer o trabalho,  
a dar sem olhar a quem,
a servir sem perguntar até quando,
a sofrer sem magoar seja a quem for,
a progredir sem perder a simplicidade,
a semear o bem sem pensar nos resultados,
a desculpar sem condições,
a marchar para a frente sem contar os obstáculos,
a ver sem malícia,
a escutar sem corromper os assuntos,
a falar sem ferir,
a compreender o próximo sem exigir entendimento,
a respeitar os semelhantes sem reclamar consideração,
a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever
sem cobrar taxas de reconhecimento.
Senhor,
fortalece em nós a paciência para com as dificuldades
dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros
para com as nossas próprias dificuldades.
Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo
que não desejamos para nós.
Auxilia-nos sobretudo a reconhecer que a nossa
felicidade mais alta será invariavelmente
aquela de cumprir os desígnios, onde e
como queiras, hoje, agora e sempre.

Emmanuel
Mensagem psicografada por Chico Xavier
Livro: A Luz da Oração

Publicado por: . | 27 agosto, 2013

Jesus O Homem Integral

Palestra realizada no Grupo Scheilla BH MG 24/08/2013, por Carlos Alberto Braga Costa
Acesse:

Estudo do Livro dos Espíritos, realizado em 16/08/2013 na FEEAK Minas, Belo Horizonte/MG. Parte II – Capítulo VI Vida Espiritual – Percepções, sensações e sofrimento dos espíritos. Questão 244.

Estudo do Livro dos Espíritos – Ouçamos atentos (Questões 244) from FEEAK – Frat. Est Espíritas AK on Vimeo.

Publicado por: . | 24 agosto, 2013

Apelo de Amigo – André Luiz

Apelo de Amigo – André Luiz from FEEAK – Frat. Est Espíritas AK on Vimeo.

Publicado por: . | 23 agosto, 2013

De Tebas para as Estrelas

No mês de junho último, especificamente no dia 30, completou-se o décimo primeiro ano da partida de Chico Xavier para o plano espiritual. Alma de escol que entre nós se transformou em um verdadeiro apóstolo do bem, fiel aos princípios assumidos perante Emmanuel, o seu pai espiritual, evangelizou a sua mediunidade legando um verdadeiro mandato de amor a toda a comunidade espírita. Hatchepsut

Como medianeiro, notabilizou-se como um dos mais afinados instrumentos de que a Espiritualidade Superior se utilizou na história relacional entre a dimensão espiritual e a terrena. Estudiosos apontam-no como tendo uma mediunidade orgânica, pela tangibilidade dos fenômenos e pela autenticidade do conteúdo revelado.

Centenas de entidades se comunicaram através de Chico Xavier: desde acadêmicos, cientistas, médicos, advogados, músicos e poetas, educadores e religiosos, até os anônimos da sociedade terrena que vieram consolar seus familiares desesperados… Com isso, uma aura mítica foi criada em torno do “homem da paz”, gerada por lídimas e naturais razões. Leia Mais…

Publicado por: . | 22 agosto, 2013

Amigos Estudo do Evangelho

Estudo realizada no FEEAKMINAS na noite de 21/08/2013, por Beto Costa

Assista:

 

Amigos 21 08 2013 Beto Costa from FEEAK – Frat. Est Espíritas AK on Vimeo.

Publicado por: . | 20 agosto, 2013

Artigo sobre o Livro Chico, Diálogos….

Chico, Diálogos e Recordações 

Maria Aparecida Vidigal

O livro, aqui apresentado, foi constituído a partir do recolhimento das memórias transmutadas em narrativas de Arnaldo Rocha, sobre as experiências que este viveu com Francisco Cândido Xavier, em Pedro Leopoldo e região.

Chico, Diálogos e Recordações… é uma obra leve e ao mesmo tempo impregnada de lições acerca de experiências vividas e lições apreendidas por seres que se uniram pelos laços espirituais no orbe terreno.O estilo de escrita é um híbrido de diálogos, narrativas e impressões daqueles que, durante quatro longos anos, encontravam-se para conversar sobre o médium Chico Xavier. De um lado, um jovem e dedicado obreiro da Seara Espírita, Carlos Alberto Braga Costa; do outro lado, a experiência evidenciada pelas cãs de um altivo senhor, trabalhador incansável da Doutrina Leia Mais…

Publicado por: . | 19 agosto, 2013

Dica de Emmanuel

vermeEm sua campanha anti-vaidade, Chico criou, ao longo da vida, alguns slogans para se defender dos elogios. “Sou apenas Cisco Xavier” era um deles. Ele fazia questão de proclamar a própria “absoluta insignificância”. Afinal de contas, era um “servidor quase inútil da doutrina espírita”, “o mais pequenino de todos”, “um nada”, “mais imperfeito que os outros”.

(…) Um dia, diante de uma mulher quase de joelhos a seus pés, ele apelou:

__ Não me elogie assim. É desconcertante. Não passo de um verme no mundo.

No mesmo instante, ouviu a voz de Emmanuel:

__ Não insulte o verme. Ele funciona, ativo, na transmutação dos detritos da terra, com extrema fidelidade ao papel de humilde e valioso servidor da natureza. Ainda nos falta muito para sermos fiéis a Deus em nossa missão.

Daí em diante, Chico preferiu se definir, de vez em quando, como subverme.

Trecho do livro As Vidas de Chico Xavier de Marcel Souto Maior.

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 768 outros seguidores