Publicado por: . | 29 julho, 2021

ORAÇÃO DO SERVO IMPERFEITO – DA HORA

🇧🇷 📺

TV GÊNESE 📡

APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL387

TEMA: ORAÇÃO DO SERVO IMPERFEITO

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 29/07/2021

Gênese no Lar encontro de corações amigos, pura fraternidade cristã. Neste estudo Carlos Alberto compartilhou dois momentos históricos, registrados pela mediunidade de Francisco Cândido Xavier. No primeiro momento o espírito Neio Lúcio foi lembrado por sua narrativa referente uma resposta dada por Jesus para a esposa de Zebedeu. “_Senhor, como se verificará nossa jornada para o Reino divino? No segundo momento uma oração feita pelo espírito Albino Teixeira que deu o título para nosso encontro. “Senhor, concede-me, por acréscimo de misericórdia a felicidade de trabalhar e ensina-me a receber o dom de servir”.

Assista o vídeo na íntegra e não se esqueça de dar um like e compartilhe.

Fonte: Jesus no Lar 49 – Neio Lúcio – F C Xavier

A jornada redentora

Aberta a doce conversação da noite, em torno da Boa Nova, a esposa de Zebedeu perguntou,

reverente, dirigindo-se a Jesus:

— Senhor, como se verificará nossa jornada para o Reino Divino?

O Cristo pareceu meditar alguns momentos e explanou:

— Num vale de longínquo país, alguns judeus cegos de nascença habituaram-se à treva e à miséria em que viviam, e muitos anos permaneciam na furna em que jaziam mergulhados,

quando iluminado irmão de raça por lá passou e falou-lhes da profunda beleza do Monte Sião, em Jerusalém, onde o povo escolhido adora o Supremo Pai. Ao lhe ouvirem a narrativa, todos os cegos experimentaram grande comoção e lastimaram a impossibilidade em que se mantinham.

O vidente amigo, porém, esclareceu-lhes que a situação não era irremediável. Se tivessem coragem de aplicar a si mesmos determinadas disciplinas, com abstinência de variados prazeres de natureza inferior a que se haviam acostumado nas trevas, poderiam recobrar o contacto

com a luz, avançando na direção da cidade santa.

A maioria dos ouvintes recebeu as sugestões com manifesta ironia, assegurando que os progenitores e outros antepassados haviam sido igualmente cegos e que se lhes afigurava impossível

a reabilitação dos órgãos visuais.

Um deles, porém, moço corajoso e sereno, acreditou no método aconselhado e aplicou-o.

Entregou-se primeiramente às disciplinas apontadas e, depois de quatro anos de meditações,

trabalho intenso e observação pessoal da Lei, com jejuns e preces, obteve a visão.

Quase enlouqueceu de alegria.

Em êxtase, contou aos companheiros a sublimidade da experiência, comentando a largueza

do céu e a beleza das árvores próximas; contudo, ninguém acreditou nele.

Não obstante ser tomado por demente, o rapaz não desanimou.

Agora, enxergava o caminho e conseguiria avançar.

Ausentou-se do vale fundo, mas, sem qualquer noção de rumo, vagueou dias e noites,

em estado aflitivo. Atacado por lobos e víboras em grande número, usava a maior cautela, reconhecendo a própria inexperiência, até que, em certa manhã, abeirando-se de um esconderijo cavado na rocha, para colher mel silvestre, foi aprisionado por um ladrão que lhe exigiu a bolsa;

entretanto, como não possuísse dinheiro, deixou-se escravizar pelo malfeitor que durante cinco anos sucessivos o reteve em trabalho incessante. O servo, porém, agiu com tamanha bondade, multiplicando os exemplos de abnegação, que o espírito do perseguidor se modificou,

fazendo-se mais brando e reformando-se para o bem, restituindo-lhe a liberdade.

Emancipado de novo, o crente fiel recomeçou a jornada, porque a ânsia de alcançar o templo divino povoava-lhe a mente.

Pôs-se a caminho, distribuindo fraternidade e alegria com todos os viajores que lhe cruzassem a estrada, mas, atingindo um vilarejo onde a autoridade era exercida com demasiado rigor, foi encarcerado como sendo um criminoso desconhecido; no entanto, sabendo que seria

traído pelas próprias forças insuficientes, caso buscasse reagir, deixou-se trancafiar até que o problema fosse resolvido, o que reclamou longo tempo. Nunca, entretanto, se revelou inativo no exercício do bem. Na própria cadeia que lhe feria a inocência, encontrou vastíssimas oportunidades para demonstrar boa-vontade, amor e tolerância, sensibilizando as autoridades, que o libertaram enfim, …

O ideal de atingir o santuário sublime absorvia-lhe o pensamento e prosseguiu na marcha;

todavia, somente depois de vinte anos de lutas e provas, das quais sempre saía vitorioso, é que conseguiu chegar ao Monte Sião para adorar o Supremo Senhor.

O Mestre interrompeu-se, vagueou o olhar pela sala silenciosa e rematou:

— Assim é a caminhada do homem para o Reino Celestial.

Antes de tudo, é preciso reconhecer a sua condição de cego e aplicar a si mesmo os remédios indicados nos mandamentos divinos. Alcançado o conhecimento, apesar da zombaria de quantos o rodeiam em posição de ignorância, é compelido a marchar por si mesmo, e sozinho

quase sempre, do escuro vale terrestre para o monte da claridade divina, aproveitando todas as oportunidades de servir, indistintamente, ainda mesmo aos próprios inimigos e perseguidores.

Quando o seguidor do bem compreende o dever de mobilizar todos os recursos da jornada, em silêncio, sem perda de tempo com reclamações e censuras, que somente denunciam inferioridade, então estará em condições de alcançar o Reino, dentro do menor prazo, porque

viverá plasmando as próprias asas para o voo divino, usando para isso a disciplina de si mesmo e o trabalho incessante pela paz e alegria de todos.

Caminho Espírita 80 – Albino Teixeira – Francisco C Xavier

ORAÇÃO DO SERVO IMPERFEITO


Senhor!…
Dura é a pedra, entretanto, com a tua sabedoria, temo-las empregada em obras de
segurança.
Violento é o fogo, todavia, sob a tua inspiração, foi ele posto em disciplina, em auxílio da
inteligência.
Agressiva é a lâmina, no entanto, ao influxo de teu amparo, vemo-la piedosa, na caridade
da cirurgia.
Enfermiço é o pântano, contudo, sob tua benevolência, encontramo-lo convertido em celeiro
de flores.
Eu também trago comigo a dureza da pedra, a violência do fogo, a agressividade da lâmina e
enfermidade do charco, mas com a tua bênção de amor, posso desfrutar o privilégio de
cooperar na construção do teu reino!… Para isso, porém, Senhor, concede-me, por
acréscimo de misericórdia, a felicidade de trabalhar e ensinar-me a receber o dom de servir.


Albino Teixeira

Publicado por: . | 28 julho, 2021

Anti-Obsessão – Recado bendido

🇧🇷 📺

TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL386 TEMA: ANTI-OBSESSÃO

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 28/07/2021

Gênese no Lar oração e meditação no coração. Neste encontro foi abordado os aspectos da prece e a boa vontade como recursos imprescindíveis para vencer os males da vida.

Fonte: Evangelho S O Espiritismo – Capítulos, XXVIII – itens 77 e 78 – Allan Kardec

Paz e Renovação – Albino Teixeira – lição 44 – Edit CEC

Antiobsessão

Prejudicial qualquer atitude tendente a acirrar a intemperança ou o ódio de nossos adversários.

Forçoso transformá-los para o bem, a preço de humildade e de amor.

***

Não vale caminhar sob o lenho da mágoa.

Aconselhável dissolver o peso morto de quaisquer golpes na fonte do esquecimento.

***

Inútil gritar contra as próprias dívidas.

Imperioso examiná-las com serenidade para configurar com elas a maneira mais segura de pagamento.

***

Ruinosa qualquer irritação à frente do obstáculo.

Razoável estudá-lo para a devida superação.

***

Absolutamente negativa a decisão de agitar as próprias cadeias.

Justo analisar os motivos da prisão, a fim de saná-los.

Amigos, convençamo-nos de que aversões, animosidades, conflitos acalentados e ressentimentos, sejam quais forem, são pontos de contato para tomadas de obsessão e toda obsessão é entretecida de trevas.

Não adianta, dessa forma, esbravejar contra as sombras. Para arredá-las, é preciso acender uma luz.

Albino Teixeira – Francisco Cândido Xavier – Paz e renovação lição 44 — CEC

Publicado por: . | 27 julho, 2021

Dez maneiras de amar – Dica boa

🇧🇷 📺

TV GÊNESE 📡

APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL385

TEMA: DEZ MANEIRAS DE AMAR

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 27/07/2021

Gênese no Lar preces e meditação no limiar do dia. Eventos de pura fraternidade à luz da Doutrina dos Espíritos. Dica do dia: ” Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre”. Estude conosco.

Se inscreva no Canal Gênese e acesse conteúdo

Fonte: Evangelho S O Espiritismo – Capítulos, XVII – itens 1 e 2 – Allan Kardec

Paz e Renovação – André Luiz- F C Xavier – CEC

                   Dez maneiras de amar a nós mesmo

1 — Disciplinar os próprios impulsos.

2 — Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.

3 — Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.

4 — Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação.

5 — Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.

6 — Evitar as conversações inúteis.

7 — Receber no sofrimento o processo de nossa educação.

8 — Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.

9 — Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.

10 – Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

André Luiz – Francisco Cândido Xavier – Paz e renovação 33 — CEC

Publicado por: . | 26 julho, 2021

Tolerância cimento da união – Dica do dia

🇧🇷 📺 TV GÊNESE
📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL384
TEMA: TOLERÂNCIA CIMENTO DA UNIÃO
📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 26/07/2021
Gênese no Lar evento voltado para reflexões em torno do Evangelho. Neste vídeo o tema versou sobre a Tolerância e o perdão.
“Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si próprio;
perdoar aos amigos é dar-lhes uma prova de amizade; perdoar
as ofensas é mostrar-se melhor do que era.” Paulo
Estude conosco pelas manhãs. Se inscreva no Canal Gênese
Fonte: Evangelho S O Espiritismo – Capítulos, XI – item 15- Allan Kardec
A Sombra do Abacateiro – CAB – F C Xavier – IDEAL

https://youtu.be/eAyA43WZXyk

Publicado por: . | 25 julho, 2021

Teoria Moral Espírita – Bases doutrinárias

🖥️ 📺 TV GÊNESE:🗓

Apresenta: Teoria Moral Espírita 🕗

🇧🇷 🎥 com Carlos Alberto Braga

Publicado por: . | 23 julho, 2021

Esplendores de um novo dia – Dica do dia

🇧🇷 📺

TV GÊNESE 📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL383

TEMA: ESPLENDORES DE UM NOVO DIA

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 23/07/2021

Gênese no Lar, evento matinal, durante 35 episódios apresentou o XVIII Capítulo do Livro A Gênese – Milagres e Predições Segundo o Espiritismo. Foram momentos de estudos, orações, terapêuticas, e muita fraternidade. Este vídeo celebra o edifício construído pelo grupo de trabalhadores, pelo esforço, coragem, e determinação. A Nova Era nasceu com o Cristo, propondo a regeneração de toda a Humanidade. “Natal! Boa Nova! Boa Vontade! … Estendamos a simpatia para com todos e comecemos a viver realmente com Jesus, sob os esplendores de um novo dia”. Emmanuel Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 35- Allan Kardec

Fonte Viva – Lição 180 – Emmanuel – F C Xavier

Natal

“Glória a Deus nas Alturas, paz na Terra e boa vontade para com os homens.” — (Lucas, 2.14)

As legiões angélicas, junto à Manjedoura, anunciando o Grande Renovador, não apresentaram qualquer palavra de violência.

Glória a Deus no Universo Divino. Paz na Terra. boa vontade para com os Homens.

O Pai Supremo, legando a nova era de segurança e tranquilidade ao mundo, não declarava o Embaixador Celeste investido de poderes para ferir ou destruir.

Nem castigo ao rico avarento.

Nem punição ao pobre desesperado.

Nem desprezo aos fracos.

Nem condenação aos pecadores.

Nem hostilidade para com o fariseu orgulhoso.

Nem anátema contra o gentio inconsciente.

Derramava-se o Tesouro Divino, pelas mãos de Jesus, para o serviço da boa vontade.

A justiça do “olho por olho e do dente por dente” encontrara, enfim, o Amor disposto à sublime renúncia até à cruz.

Homens e animais, assombrados ante a luz nascente na estrebaria, assinalaram júbilo inexprimível… Daquele inolvidável momento em diante a Terra se renovaria.

O algoz seria digno de piedade.

O inimigo converter-se-ia em irmão transviado.

O criminoso passaria à condição de doente.

Em Roma, o povo gradativamente extinguiria a matança nos circos.
Em Sídon, os escravos deixariam de ter os olhos vazados pela crueldade dos senhores.
Em Jerusalém, os enfermos não mais seriam relegados ao abandono nos vales de imundície.

Jesus trazia consigo a mensagem da verdadeira fraternidade e, revelando-a, transitou vitorioso, do berço de palha ao madeiro sanguinolento.

Irmão, que ouves no Natal os ecos suaves do cântico milagroso dos anjos, recorda que o Mestre veio até nós para que nos amemos uns aos outros.

Natal! Boa Nova! boa vontade!…

Estendamos a simpatia para com todos e comecemos a viver realmente com Jesus, sob os esplendores de um novo dia.

Emmanuel – psicografia de Francisco C Xaviver – Fonte viva 180

Publicado por: . | 22 julho, 2021

Sementeira e construção – Evangelho no coração

🇧🇷 📺 TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL382

TEMA: SEMENTEIRA E CONSTRUÇÃO

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 22/07/2021

Afirma Allan Kardec: “É um desses movimentos gerais o que acontece neste momento, e que deve realizar a remodelação da humanidade. A multiplicidade das causas de destruição é um sinal característico dos tempos, uma vez que elas devem apressar a eclosão dos novos germens. São as folhas de outono que caem, e que serão substituídas por novas folhas plenas de vida, visto que a humanidade tem suas estações, como os indivíduos têm as suas idades. As folhas mortas da humanidade caem levadas pelas rajadas e pelos golpes do vento, mas para renascerem mais vivazes sob o mesmo sopro de vida, que não se extingue, mas se purifica”. Carlos Alberto neste vídeo dialoga com virtudes, valores em busca da sabedoria cristã, no tempo de Deus. Dica do evento: “Avança na tarefa que te foi confiada. Gênese no Lar momentos de amor e saúde moral. Venha participar diariamente das reflexões. Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 34- Allan Kardec

Fonte Viva – Lição 68 – Emmanuel – F C Xavier

Sementeira e construção

“Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.” — PAULO (1 Coríntios, 3.9)

Asseverando Paulo a sua condição de cooperador de Deus e designando a lavoura e o edifício do Senhor nos seguidores e beneficiários do Evangelho que o cercavam, traçou o quadro espiritual que sempre existirá na Terra em aperfeiçoamento, entre os que conhecem e os que ignoram a verdade divina.

Se já recebemos da Boa Nova a lâmpada acesa para a nossa jornada, somos compulsoriamente considerados colaboradores do ministério de Jesus, competindo-nos a sementeira e a construção dele em todas as criaturas que nos partilham a estrada.

Conhecemos, pois, na essência, qual o serviço que a Revelação nos indica, logo nos aproximemos da luz cristã.

Se já guardamos a bênção do Mestre, cabe-nos restaurar o equilíbrio das correntes da vida, onde permanecemos, ajudando aos que se desajudam, enxergando algo para os que jazem cegos e ouvindo alguma coisa em proveito dos que permanecem surdos, a fim de que a obra do Reino Divino cresça, progrida e santifique toda a Terra.

O serviço é de plantação e edificação, reclamando esforço pessoal e boa vontade para com todos, porquanto, de conformidade com a própria simbologia do apóstolo, o vegetal pede tempo e carinho para desenvolver-se e a casa sólida não se ergue num dia.

Em toda parte, porém, vemos pedreiros que clamam contra o peso do tijolo e da areia e cultivadores que detestam as exigências de adubo e proteção à planta frágil.

O ensinamento do Evangelho, contudo, não deixa margem a qualquer dúvida. Se já conheces os benefícios de Jesus, és colaborador dele, na vinha do mundo e na edificação do Espírito humano para a Eternidade.

Avança na tarefa que te foi confiada e não temas. Se a fé representa a nossa coroa de luz, o trabalho em favor de todos é a nossa bênção de cada dia.

Emmanuel – Francisco Cândido Xavier – Fonte viva 68

AO VIVO: 21/07/2021 – QUARTA-FEIRA – 19:30 HORAS

Publicado por: . | 21 julho, 2021

Melhorando sempre – Dica para o manhã

🇧🇷 📺 TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL381

TEMA: MELHORANDO SEMPRE

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 21/07/2021

Afirma Allan Kardec: “É de se notar que, em todas as épocas da história, às grades crises sociais se seguiram eras de progresso”. Carlos Alberto neste vídeo dialoga com o cenário atual, constatando o melhoramento alcançado que abre as portas do progresso moral a ser trabalhado pela Humanidade. Com Jesus e o Espiritismo as Leis Divinas são conhecidas, revelando a importância da educação moral que fará toda a diferença no Mundo Regenerado. Dica da manhã: “Vamos estudar e colocar em prática o bem, o justo e o belo, para o despertar da consciência espiritual. Gênese no Lar momentos de amor e saúde moral. Venha participar diariamente das reflexões. Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 33- Allan Kardec Palavras de Vida Eterna – Lição 78 – Emmanuel – F C Xavier

Melhorando sempre

“Estamos orando a Deus para que não façais mal algum, não para que simplesmente pareçamos aprovados, mas para que façais o bem…”
. — PAULO (2 Coríntios, 13.7)

Evidentemente, não podes garantir a felicidade do mundo que se encontra, de maneira constante, sob o impacto das lutas evolutivas que lhe orientam a marcha, entanto, ninguém está impedido de cultivar o trato de terra em que vive, amparando uma árvore amiga ou alentando uma flor.

Certo, não podes curar as chamadas chagas sociais, indesejáveis mas compreensíveis numa coletividade de espíritos imperfeitos quais somos ainda todos nós, em regime de correção e aperfeiçoamento, contudo, ninguém está impossibilitado de proceder honestamente e apoiar os semelhantes com a força moral do bom exemplo.

Sem dúvida, não podes socorrer a todos os enfermos que choram na Terra, entretanto, ninguém está proibido de atenuar a provação de um amigo ou de um vizinho, propiciando-lhe a certeza de que o amor não desapareceu dos caminhos humanos.

Indiscutivelmente, não podes sanar as dificuldades totais da família em que nasceste, todavia, ninguém está interditado, no sentido de ajudar a um parente menos feliz ou cooperar na tranquilidade que se deve manter em casa.

Não te afastes da cultura do bem, sob o pretexto de nada conseguires realizar contra o domínio das atribulações que lavram no Planeta.

O Senhor nunca nos solicitou o impossível e nunca exigiu da criatura falível espetáculos de grandeza compulsória.

Conquanto existam numerosos desertos, a fonte pequenina corre, confiante, fecundando a gleba em que transita.

Não nos é facultado corrigir todos os erros e extinguir todas as aflições que campeiam nas trilhas da existência, mas todos podemos atravessar o cotidiano, melhorando a vida e dignificando-a, em nós e em torno de nós.

Emmanuel – Francisco Cândido Xavier – Palavras de vida eterna – 78


(Reformador, novembro 1964, página 248)

Publicado por: . | 20 julho, 2021

Espíritas, Instruí-vos! Conhecimento é poder

🇧🇷 📺 TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL380

TEMA: ESPÍRITAS, INSTRUÍ-VOS!

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 20/07/2021

No cenário atual o conhecimento das Leis Divinas pode fazer toda a diferença, no que reporta a busca por uma vida melhor. Em outras palavras conhecimento é poder para libertação real. Por isso os Benfeitores Espirituais insistem na educação espiritual. Estudar e vivenciar os ditamos da consciência desperta. Gênese no Lar momentos de amor e paz espiritual. Venha participar diariamente das reflexões.

Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 32- Allan Kardec

Livro da Esperança – Lição 15 – Emmanuel – F C Xavier

Espíritas, Instrui-vos!

“Mas aquele Consolador, o Santo Espírito que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as cousas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” — JESUS (João, 14.26)

“Espíritas, amai-vos! Este o primeiro ensino! Instruí-vos, este o segundo.” — (Cap. VI, 5)

Prevenir e recuperar são atitudes que se ampliam entre os homens, à medida que se acentua o progresso da Humanidade.

Aparecem noções de civilização e responsabilidade e levantam-se ideias de burilamento e defesa.

Quanto pudermos, porém, não os restrinjamos ao amparo de superfície. Imperioso tratar as águas da fonte, no entanto, cansar-nos-emos debalde, se não lhe resguardarmos a limpeza no nascedouro.

Educação e reeducação constituem a síntese de toda obra consagrada ao aprimoramento do mundo.

Gastam-se verbas fabulosas em apetrechos bélicos e raro surge alguém com bastante abnegação para despender algum dinheiro na assistência gratuita aos semelhantes, para que se lhes pacifique o raciocínio conflagrado.

Espantamo-nos, diante do desajustamento juvenil, a desbordar-se em tragédias de todos os tipos, e pouco realizamos, a fim de que a criança encontre no lar o necessário desenvolvimento com segurança de espírito.

Monumentalizamos instituições destinadas à cura dos desequilíbrios mentais e quase nada fazemos por afastar de nós mesmos os vícios do pensamento, com que nos candidatamos ao controle da obsessão.

Clamamos contra os desregramentos de muitos, afirmando que a Terra está em vias de desintegração pela ausência de valores morais e, na maioria das circunstâncias, somos dos primeiros a exigir lugar na carruagem do excesso, reclamando direitos e privilégios, com absoluto esquecimento de comezinhos deveres que a vida nos preceitua.

Combatamos, sim, o câncer e a poliomielite, a ulceração e a verminose, mas busquemos igualmente extinguir o aborto e a toxicomania, a preguiça e a intemperança que, muitas vezes, preparam a delinquência e a enfermidade por crises agudas de ignorância.

Para isso e para que nos disponhamos à conquista da vida vitoriosa é que o Espírito de Verdade, nos primórdios da Codificação Kardequiana, nos advertiu claramente: — “Espíritas, instruí-vos!”

Emmanuel – Francisco C Xavier – Livro da Esperança 15

Publicado por: . | 19 julho, 2021

NA EXPERIÊNCIA DIÁRIA – Dica do dia

🇧🇷 📺 TV GÊNESE 📡

APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL379

TEMA: NA EXPERIÊNCIA DIÁRIA 📲

Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 19/07/2021

Neste vídeo Carlos Alberto deu continuidade ao estudo da Teoria da Emigração e Imigração de Espíritos, no processo da renovação planetária. Quanto as responsabilidades de cada um, adotar a compaixão como método de vida é uma dica transcendente para qualificar o mundo interior e no contexto relacional. Este advento foi planejado por Jesus, atualmente esclarecido por Allan Kardec. Venha participar diariamente das reflexões.

Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 31- Allan Kardec

Segue-me – Emmanuel – lição 14 – F C Xavier

Na experiência diária

“Isto vos mando, que vos ameis uns aos outros.”
— JESUS (João, 15.17)

Sem compaixão o amor não entraria em parte alguma a fim de cumprir a divina missão que a sabedoria da vida lhe atribui.

É necessário, entretanto, que a compaixão se desloque do ambiente dos que sofrem para atingir também o círculo dos que fazem o sofrimento.

Compadecer-te-ás dos que se afligem sob o guante da penúria; todavia, pedirás igualmente a Deus ilumine quantos se apaixonaram pelo supérfluo esquecendo os que carecem do necessário.

Estenderás as socorredoras mãos aos que tombam sob os golpes da delinquência; no entanto, solicitarás a misericórdia dos Céus a benefício dos que promovem o crime, desconhecendo quanto lhes custará em aflições e lágrimas a noite de reparação a que se largaram, desprevenidos.

Auxiliarás os espoliados que se viram desvalidos pela agressão moral de que foram vítimas; contudo, exorarás o amparo do Senhor para quantos lhes armaram as ciladas de angústia, ignorando que articularam armadilhas de expiação contra si próprios.

Enxugarás o pranto de todos os que choram, sob a provação de todas as procedências, mas não te esquecerás de orar em auxílio dos que estabelecem o desequilíbrio dos outros, porquanto eles todos acabarão reconhecendo que unicamente acumularam perturbação e conflito em desfavor deles mesmos.

Em qualquer circunstância difícil compadece-te e serve sempre, recordando que todos somos Espíritos eternos que colheremos, inevitavelmente, os resultados de nossas próprias obras e de que apenas o bem dissolve o mal, tanto quanto a treva tão só se extingue ante as bênçãos da luz.
. Emmanuel – Francisco C Xavier – Segue-me – 76 —

(Reformador, agosto 1970, p. 170)

Publicado por: . | 16 julho, 2021

MURALHA DO TEMPO – DICA LEGAL

🇧🇷 📺 TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL378

TEMA: MURALHA DO TEMPO

📲 Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 16/07/2021 Gênese no Lar neste vídeo abordou aspectos da evolução da Humanidade com vistas ao grande futuro. Este advento foi antevisto por Jesus, esclarecido na atualidade por Allan Kardec. Venha participar diariamente das reflexões. Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 30- Allan Kardec O Espírito da Verdade – Emmanuel – lição 14 – F C Xavier


14 — Muralha do tempo

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO — Cap. XVIII — Item 3

“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta que conduz à perdição.” — JESUS (Mateus, 7:13)

1 Em nos referindo a semelhante afirmativa do Mestre, não nos esqueçamos de que toda porta constitui passagem incrustada em qualquer construção, a separar dois lugares, facultando livre curso entre eles.

2 Porta, desse modo, é peça arquitetônica encontradiça em paredes, muralhas e veículos, permitindo, em todos os casos, franco passadouro.

3 E as portas referidas por Jesus, a que estrutura se entrosam?

4 Sem dúvida, a porta estreita e a porta larga pertencem à muralha do tempo, situada à frente de todos nós.

5 A porta estreita revela o acerto espiritual que nos permite marchar na senda evolutiva, com o justo aproveitamento das horas.

6 A porta larga expressa-nos o desequilíbrio interior, com que somos forçados à dor da reparação, com lastimáveis perdas de tempo.

7 Aquém da muralha, o passado e o presente.

8 Além da muralha, o futuro e a eternidade.

9 De cá, a sementeira do “hoje”.

10 De lá, a colheita do “amanhã”.

11 A travessia de uma das portas é ação compulsória para todas as criaturas.

12 Porta larga — entrada na ilusão —, saída pelo reajuste…

13 Porta estreita — saída do erro —, entrada na renovação…

14 O momento atual é de escolha da porta, estreita ou larga.

15 Os minutos apresentam valores particulares, conforme atravessemos a muralha, pela porta do serviço e da dificuldade ou através da porta dos caprichos enganadores.

16 Examina, por tua vez, qual a passagem que eleges por teus atos comuns, na existência que se desenrola, momento a momento.

17 Por milênios, temos sido viajores do tempo a ir e vir pela porta larga, nos círculos de viciação que forjamos para nós mesmos, engodados na autoridade transitória e na posse amoedada, na beleza física e na egolatria aviltante.

18 Renovemo-nos, pois, em Cristo, seguindo-o, nas abençoadas lições da porta estreita, a bendizer os empecilhos da marcha, conservando alegria e esperança na conversão do tempo em dádivas da Felicidade Maior.
. Emmanuel


(Psicografia de Waldo Vieira) O Espírito da Verdade

Publicado por: . | 15 julho, 2021

AO VIVO: PALESTRA: RELIGIÃO CÓSMICA DO AMOR

AO VIVO: 15/07/2021 – QUINTA-FEIRA – 19;30 Horas

Publicado por: . | 15 julho, 2021

OREMOS AGINDO

OREMOS AGINDO

Vigiai e orai para que não entreis em tentação…

– Jesus. (Marcos, 14:38.)

Diante da prova, orar, envidando meios de transformá-la em experiência benéfica.

* * *

Diante da penúria, orar, desenvolvendo serviço que a desfaça.

* * *

Diante da ignorância, orar, acendendo luz que lhe dissipe a sombra.

* * *

Diante da enfermidade, orar, procurando medicação que lhe afaste os prejuízos.

* * *

Diante do desastre, orar, empreendendo ações que lhe anulem os efeitos.

Leia Mais…
Publicado por: . | 15 julho, 2021

HUMANIDADE FUTURA – O REINO SERÁ

🇧🇷 📺 TV GÊNESE

📡 APRESENTA: GÊNESE NO LAR – #GNL377

TEMA: HUMANIDADE FUTURA 📲

Apresentação: Carlos Alberto Braga Costa – 15/07/2021

O conteúdo deste vídeo refere aos Espíritos melhores ou velhos Espíritos melhorados que voltam para fomentar a Humanidade do futuro. Este advento foi antevisto por Jesus, conforme Sua doutrina baseada na vida futura. Participantes no processo estamos sendo convidados para “orar sempre, agindo cada vez mais para que se realize o melhor com o Cristo. Venha participar diariamente das reflexões.

Fonte: A Gênese – Capítulos, XVIII – item 29- Allan Kardec

Oremos agindo

“Vigiai e orai para que não entreis em tentação…” — JESUS (Marcos, 14.38)

Diante da prova, orar, envidando meios de transformá-la em experiência benéfica.

Diante da penúria, orar, desenvolvendo serviço que a desfaça.

Diante da ignorância, orar, acendendo luz que lhe dissipe a sombra.

Diante da enfermidade, orar, procurando medicação que lhe afaste os prejuízos.

Diante do desastre, orar, empreendendo ações que lhe anulem os efeitos.

Diante da dificuldade, orar, aproveitando a lição dos obstáculos de modo a evitá-los futuramente.

Diante do sofrimento, orar, construindo caminhos para a devida libertação.

Diante da discórdia, orar, edificando recursos para o estabelecimento da paz.

Orar sempre, mas agir cada vez mais para que se realize o melhor.

Disse-nos o Senhor: “vigiai e orai para que não entreis em tentação…” e, realmente, acima de tudo vigiam e oram aqueles que ativamente se esforçam para que, em tudo, se faça o bem que nos cabe fazer.
Emmanuel – Francisco C Xavier – Bênção de paz – 59


(Reformador, junho 1967, p. 122)

Older Posts »

Categorias