Publicado por: . | 28 abril, 2017

Divinos dons – Qs 138 e 139 Livro dos Espíritos

Estudo realizado na FEEAK Minas por Carlos Alberto Braga em 27/04/2017

vídeo

áudio

O PREVISTO ACONTECEU…
Alguém procura-o (Chico Xavier) em prantos, porque fora vítima de uma maledicência, da vingança de um adversário e cita-lhe o nome… E o caríssimo Médium, estuário de infinidades de problemas, de queixas, de anseios os mais extravagantes, sofre e chora para, daí a instante, prelecionar:
— Perdoe, minha irmã, seu ofensor. Procure ter dó, comiseração de seu adversário, porque daqui a uns quinze dias, ele vai sofrer mais do que você. 
Vai passar por uma prova tão dolorosa, visto que apenas tem semeado espinhos em sua estrada, que você vai comiserar-se dele e esquecer o mal que lhe fez. Não procure, pois, vingar, revidar o insulto recebido. Deixe que
cada um seja vingado por si mesmo, até compreender, com Jesus, o benefício do Perdão e o esquecimento das ofensas..
O previsto aconteceu. O ofensor, 15 dias depois, colheu o que semeara.
Sofreu tanto que o povo do lugar em que residia soube e, dele, se comiserou, inclusive nossa irmã a quem tanto fizera mal. E mais uma Lição do Perdão vitoriou os princípios salvadores do Evangelho!

Lindos Casos de Chico Xavier – Ramiro Gama – Lição 114

Estudo Romanos 4: 19 a 25 com Carlos Alberto em 26/04/2017

vídeo

áudio

Publicado por: . | 26 abril, 2017

A Desencarnação – Palestra Evolução e Vida

Estudo realizado na FEEAK Minas por Eduardo Mendes em 25/04/2017

vídeo

áudio

Publicado por: . | 24 abril, 2017

Tomadas de força – Emmanuel

Partindo da certeza de que toda atitude é suscetível de ser imitada, compreendamos que o contágio da violência, em muitos casos, pode ser evitado, se não lhe oferecermos determinados Pontos de Ligação.
Os Pontos de Ligação a que nos referimos são de caracteres diversos, tais quais sejam:
– Gritos inúteis;
– Brincadeiras de mau gosto;
– Reclamações agressivas;
– Idéias de ódio;
– Intolerância em casa;
– Descortesias na rua;
– Gestos de vingança;
– Comentários infelizes;
– Respostas deprimentes;
– Perguntas sem necessidade;
– Críticas;
– Palavrões;
– Ironias;
– Azedume;
– Cólera;
– Impaciência.
Observamos que a energia elétrica, quase sempre, se aplica através de tomadas, e convençamo-nos de que a força mental funciona, também assim.

Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Paz. Lição nº 15. Página 68.

Publicado por: . | 22 abril, 2017

A Exaltação da Cortesia

Publicado por: . | 22 abril, 2017

Conquista Espiritual – Estudo (61) Apocalipse

Estudo 61º do Apocalipse 2:24 – realizado por Carlos Alberto e Julio Cesar na FEEAK Minas em 22/04/2017

vídeo

áudio

Palestra realizada na FEEAK Minas por Carlos Alberto Braga Costa em torno de O Livro dos Espíritos, em 20/04/2017

vídeo

áudio

Estudo da Carta de Paulo aos Romanos capítulo 4 – realizado por Carlos A B Costa em 19/04/2017

vídeo

áudio

Publicado por: . | 19 abril, 2017

CHICO XAVIER – OBRA COMPLETA

ACESSE:

https://dirceurabelo.wordpress.com/2011/12/09/chico-xavier-obra-completa-em-ordem-cronologica/

Palestra comemorativa ao 160 anos do lançamento de O Livro dos Espíritos – realizada por Carlos Alberto Braga Costa na Sede da FEEAK Minas em 18/04/2017

Acesse:

Vídeo

áudio

Estudo realizado na fEEAK Minas em 13/04/2017 por Carlos Alberto Braga

Vídeo

áudio

Publicado por: . | 13 abril, 2017

Justiça da fé – Estudo (31) Cartas de Paulo

Estudo realizado em 12/04/2017 por Carlos Alberto – Romanos 4: 1 a 9

vídeo

áudio

Publicado por: . | 10 abril, 2017

Na oração! Emmmanuel

“Senhor, ensina-nos a orar…”
(LUCAS, 11: 1)
A prece, nos círculos do Cristianismo, caracteriza-se por gradação infinita em suas manifestações, porque existem crentes de todos os matizes nos vários cursos da fé.
Os seguidores inquietos reclamam a realização de propósitos inconstantes.
Os egoístas exigem a solução de caprichos inferiores.
Os ignorantes do bem chegam a rogar o mal para o próximo.
Os tristes pedem a solidão com ociosidade.
Os desesperados suplicam a morte.
Inúmeros beneficiários do Evangelho imploram isso ou aquilo, com alusão à boa marcha dos negócios que lhes interessam a vida física. Em suma, buscam a fuga. Anelam somente a distância da dificuldade, do trabalho, da luta digna.
Jesus suporta, paciente, todas as fileiras de candidatos do seu serviço, de sua iluminação, estendendo-lhes
mãos benignas, tolerando-lhes as queixas descabidas e as lágrimas inaceitáveis.
Todavia, quando aceita alguém no discipulado definitivo, algo acontece no íntimo da alma contemplada pelo Senhor.
Cessam as rogativas ruidosas. Acalmam-se os desejos tumultuários.
Converte-se a oração em trabalho edificante. O discípulo nada reclama. E o Mestre, respondendo-lhe às orações, modifica-lhe a vontade, todos os dias, alijando-lhe do pensamento os objetivos inferiores.
O coração unido a Jesus é um servo alegre e silencioso.
Disse-lhe o Mestre: Levanta-te e segue-me.
E ele ergueu-se e seguiu.
Caminho verdade e Vida – Psicografia de F. Cândido Xavier – FEB

Publicado por: . | 8 abril, 2017

O Auxílio Mútuo – psicografia de Chico Xavier

Older Posts »

Categorias