Publicado por: . | 31 dezembro, 2020

Muralha do Tempo – Feliz 2021

Aos amigos do Portal FEEAK/Chico-xaver.com, agradecemos a sua presença conosco durante o ano 2020.

Que possamos continuar juntos nessa parceria bendita no ciclo que se abre cheio de sonhos e muito trabalho.

Reflitamos com o Espírito Emmanuel nesse momento de transformações


Muralha do tempo

Evangelho S Espíritismo – Cap. XVIII – Item 3 – Allan Kardec


“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta que conduz à perdição.” – Jesus.
(Mateus, 7: 13)
Em nos referindo a semelhante afirmativa do Mestre, não nos esqueçamos de que toda porta constitui passagem incrustada em qualquer construção, a separar dois lugares, facultando livre curso entre eles.
Porta, desse modo, é peça arquitetônica encontradiça em paredes, muralhas e veículos, permitindo, em todos os casos, franco passadouro.
E as portas referidas por Jesus, a que estrutura se entrosam?
Sem dúvida, a porta estreita e a porta larga pertencem à muralha do tempo, situada à frente de todos nós.
A porta estreita revela o acerto espiritual que nos permite marchar na senda evolutiva, com o justo aproveitamento das horas.
A porta larga expressa-nos o desequilíbrio interior, com que somos forçados à dor da reparação, com lastimáveis perdas de tempo.
Aquém da muralha, o passado e o presente.
Além da muralha, o futuro e a eternidade.
De cá, a sementeira do “hoje”.
De lá, a colheita do “amanhã”.
A travessia de uma das portas é ação compulsória para todas as criaturas.
Porta larga – entrada na ilusão – saída pelo reajuste…
Porta estreita – saída do erro – entrada na renovação…
O momento atual é de escolha da porta, estreita ou larga.
Os minutos apresentam valores particulares, conforme atravessemos a muralha, pela porta do serviço e da dificuldade ou através da porta dos caprichos enganadores.
Examina, por tua vez, qual a passagem que eleges por teus atos comuns, na existência que se desenrola, momento a momento.
Por milênios, temos sido viajores do tempo a ir e vir pela porta larga, nos círculos de viciação que forjamos para nós mesmos, engodados na autoridade transitória e na posse amoedada, na beleza física e na egolatria aviltante.
Renovemo-nos, pois, em Cristo, seguindo-o, nas abençoadas lições da porta estreita, a bendizer os empecilhos da marcha, conservando alegria e esperança na conversão do tempo em dádivas da Felicidade Maior.
Emmanuel

Espírito da Verdade – Francisco Cândido Xavier – lição 14 – FEB

Publicado por: . | 24 dezembro, 2020

JESUS NO NATAL – Mensagem Bezerra Menezes

A Equipe da FEEAK oferece singela reflexão para o seu Natal. Abraços e Feliz Natal!
Publicado por: . | 23 dezembro, 2020

Anúncio da Cura Espiritual – Evangelho do dia

MINUTOS DE SABEDORIA 🧐 📚

O mal não merece comentários, pois só traz resultados desagradáveis. Qualquer palavra produz vibrações, que atraem as vibrações semelhantes. Portanto, o comentário sobre o mal atrai
vibrações pesadas e nocivas. Fale apenas a respeito de coisas belas e boas, comente o bem e as ações nobres, e permanecerá envolvido por uma onda de paz, de alegria, de bem-estar.

Carlos T Pastorino 💫 🤔 👇

Evangelho da manhã – compartilhe 📡

Publicado por: . | 22 dezembro, 2020

DEUS NÃO PUNE, TÃO POUCO PREMIA

MINUTOS DE SABEDORIA 📚 QUANTAS vezes queremos ser bons e amáveis, e vemos destruídos nossos propósitos de virtude.
Mas ser bom com quem é não é vantagem. O heroísmo consiste, justamente, em ser bom com quem é mau. Em permanecer calmo diante das pessoas irritantes. Em ser generoso com as pessoas egoístas. Procure chegar a esse ponto e demonstre, com o exemplo, que você sabe ser
bom. 🙇‍♂️ Carlos T Pastorino 💫 👇 👇 Evangelho da Terça feira 👉

Publicado por: . | 21 dezembro, 2020

Confia em Deus – Espírito Emmanuel

.

CONFIA EM DEUS – Espírito Emmanuel
Nunca percas a esperança, por pior a situação em que te vejas. E jamais condenes alguém que se haja embarafustado no labirinto da provação.
O momento mais áspero de um problema pode ser aquele em que se lhe descobre a solução. E, em casos numerosos, a pessoa que te parece mais censurável, no mais grave delito, será talvez aquela que menos culpa carregue na trama do mal que as sombras entreteceram.
Decerto haverá corrigenda para o erro nas trevas, pelos mecanismos da ordem, tanto quanto surgirá remédio para os enfermos pelos recursos da medicina.
Observa, no entanto, o poder misericordioso de Deus, nos menores distritos da Natureza.
A semente sufocada é a que te sustentará o celeiro.
A pedra colocada em disciplina é o agente que te assegura firmeza na construção.
Aflições e lágrimas são processos da vida, em que se te acrescentam as energias, a fim de que sigas à frente, na quitação dos compromissos esposados, para que se te iluminem os olhos, no preciso discernimento.
Nos dias difíceis de atravessar, levante-te para a vida, ergue a fronte, abraça o dever que as circunstâncias te deram e abençoa a existência em que a Providência Divina te situou.
Por maiores se façam a dor que te visite, o golpe que te fira, a tribulação que te busque ou o sofrimento que te assalte, não esmoreças na fé e prossegue fiel às próprias obrigações, porque se todo o bem te parece perdido, na face da tarefa em que te encontras, guarda a certeza de que Deus está contigo, trabalhando no outro lado.

Livro Alma e Coração – Psicografia de Francisco Cândido Xavier – Ed. Pensamento

Publicado por: . | 21 dezembro, 2020

CONFIA EM DEUS – MENSAGEM DO DIA

MINUTOS DE SABEDORIA 😉

PROCURE anular a parte inferior, para desenvolver a parte superior de seu ser. Os antigos chamavam “centauros” àquele misto de homens na parte superior e cavalos na parte inferior do corpo. Não seja assim. Procure tomar-se totalmente homem, vencendo e dominando a parte inferior e animal de seu ser, para que apareça e sobressaia, apenas, a parte superior, inteligente
e nobre.

Carlos T Pastorino 💫

Evangelho da manhã 🧏‍♂️

Publicado por: . | 19 dezembro, 2020

LIVE: ESTUDO DO APOCALIPSE

LIVE: 19/12/2020 – 08:30 HS

Estudo do Apocalipse a Luz da Doutrina Espírita

Tema: Sete anjos e sete pragas

Carlos Alberto e Júlio César discorrem sobre temas importantes, a partir do livro Apocalipse 15:5-6.

Resumo: o primeiro Adão – alma vivente – até o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo – o segundo Adão, “espírito vivificante” – deve ser tomado, sem nenhuma dúvida como início da ÉRA ADÂMICA ou do homem pecador (prova e expiação), o ano de 4000 antes de Cristo ou suas proximidades, isto é, 15 anos para mais ou 15 anos para menos. Isto posto, diremos que, de acordo com a Bíblia, também à era adâmica está reservada a duração de uma semana, cujo desenrolar, conforme à História e às profecias, se vem iniludivelmente processando e se processará rigorosamente dentro da fórmula geral. OS SETE ANJOS. São os componentes da misericórdia divina dentro de um plano operacional consciente e racional. Eles representam os elementos de fundamentação da bondade de Deus no amor, mas que trazem uma linha de trabalho que exige um sacrifício. Mas nós temos uma noção totalmente distorcida dos anjos. Nós ainda os vemos com asinhas e nos protegendo, numa noção muito religiosa ainda. QUE TINHAM AS SETE PRAGAS. As sete pragas representam um respaldo do nosso destino para saneamento, na posição de uma nova vida. São elas que determinam a natureza e o plano qualitativo dos débitos perpetrados. Elas são a identificação das necessidades em função do passado expressado pelos condicionamentos que configuram a esteira dos hábitos. A praga que o anjo traz é reeducativa, é a luta para recompor. A praga é elaboração nossa e não de Deus, que aproveita a praga com a sua sabedoria e misericórdia. Elas determinam a natureza e o plano qualitativo dos débitos perpetrados para a recomposição do destino.

📚 📲 Acesse Playlist com estudos anteriores 👇 https://www.youtube.com/watch?v=uP2kv…

Publicado por: . | 18 dezembro, 2020

LIVE: PÚBLIO LENTULUS E AS LEMBRANÇAS DE JESUS

Live: 18/12/2020 – 17:00 hs

Estudo Chico Live Xavier Expositor: Carlos A Braga Costa Resumo para hoje: A Família Lentulus em Pompéia, último episódio do romance Há 2000 anos. Corria o ano 78 DC, e vamos nos deparar com o envelhecido senador Públio Lentulus, sua filha Flavia, ambos cegos, ao lado de Ana realizando um Culto no Lar. Ambos reunidos em torno das lembranças que traziam da passagem de Jesus em suas vidas. Diálogo marcante e consolador protagonizado pelo ambiente espiritualizante favorecido pelo Evangelho do Cristo.

Carlos Alberto B Costa faz leitura comentada do trecho em referência, dando um revestimento esclarecedor e de muita sensibilidade. Playlist Chico Live Xavier:

https://youtube.com/playlist?list=PLFQ8873Sbu1BH63oozcFpFmykNpMQAvma

Publicado por: . | 18 dezembro, 2020

Fé e oração – Evangelho da sexta

Evangelho da Sexta feira 👇

Compartilhe ⌚

MINUTOS DE SABEDORIA

SEJA alegre e otimista. Não perca tempo em olhar para ver o que já fez. Olhe para a frente e caminhe confiante e alegre, praticando o bem e ajudando a todos. Dê a mão a cada criatura que se lhe aproxima, diga sempre uma palavra de conforto e carinho, tenha para todos um sorriso de bondade, e a verdadeira felicidade passará a constituir seu clima permanente de vida.

Carlos T Pastorino 😉 🌹

Publicado por: . | 17 dezembro, 2020

LIVE: KARDEC E TOMÁS DE AQUINO

LIVE: 17/12/2020 – 19:30 hs

Publicado por: . | 16 dezembro, 2020

FAZENDO SOL

Fazendo sol

Meimei

Cap. V – Item 18

Amanheceste chorando pelos que te não compreendem.

Amigos diletos rixaram contigo.

Nos mais amados, viste o retrato da ingratidão.

Aspiravas a desentranhar o carinho nos corações queridos, com a pureza e a simplicidade da abelha que extrai o néctar das flores sem alterá-las, e, porque não conseguiste, queres morrer…

Não te encarceres, porém, nos laços do desespero.

Leia Mais…

Estudo Livro dos Espíritos – Capítulo I – III – Parte – Lei Divina ou Natural

Texto anexos:

Livro:

Caminho Verdade e Vida – Emmanuel. Médium Francisco Cândido Xavier – FEB

77
CONVÉM REFLETIR
“Mas todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.”
(TIAGO, 1: 19)
Analisar, refletir, ponderar são modalidades do ato de ouvir. É indispensável que a criatura esteja sempre disposta a identificar o sentido das vozes, sugestões e situações que a rodeiam.
Sem observação, é impossível executar a mais simples tarefa no ministério do bem. Somente após ouvir, com atenção, pode o homem falar de modo edificante na estrada evolutiva.
Quem ouve, aprende. Quem fala, doutrina.
Um guarda, outro espalha.
Só aquele que guarda, na boa experiência, espalha com êxito.
O conselho do apóstolo é, portanto, de imorredoura oportunidade.
E forçoso é convir que, se o homem deve ser pronto nas observações e comedido nas palavras, deve ser tardio em irar-se.
Certo, o caminho humano oferece, diariamente, variados motivos à ação enérgica; entretanto, sempre que possível, é útil adiar a expressão colérica para o dia seguinte, porquanto, por vezes, surge a ocasião de exame mais sensato e a razão da ira desaparece.
Tenhamos em mente que todo homem nasce para exercer uma função definida. Ouvindo sempre, pode estar certo de que atingirá serenamente os fins a que se destina, mas, falando, é possível que abandone o esforço ao meio, e, irando-se, provavelmente não realizará coisa alguma.

*****

Livro Opinião Espírita – Espírito André Luiz – Médium F Xavier

13 – AUTO CRÍTICA
E – Cap. XVII – item 3
O milagre é invenção da gramática para efeito lingüístico, pois na realidade somos arquitetos do próprio destino.
Se algum erro de cálculo existe na construção de nossas existências, o culpado somos nós mesmos.
Todos caminhamos suscetíveis de errar, todos já erramos bastante e todos ainda erraremos necessariamente para aprender a acertar; contudo, nenhum de nós deve persistir no erro, porquanto incorreríamos na abolição do raciocínio que nos constitui a maior conquista espiritual.
No reconhecimento da falibilidade que nos caracteriza, se não é lícito reprovar a ninguém, não será justo cultivar a indulgência para conosco; e se nos cabe perdoar incondicionalmente aos outros, não se deve adiar a severidade para com as próprias faltas.
Portanto, para acertar, não devemos fugir ao “conhece-te a ti mesmo”, que principia na intimidade da alma, com o esforço da vigilância interior.
Esse trabalho analítico de dentro e para dentro nasce da humildade e da intenção de acertar com o bem, demonstrando para nós próprios o exato valor de nossas possibilidades em qualquer manifestação.
Autocrítica sim e sempre…
Podão da sensatez – apara os supérfluos da fantasia.
Balança do comportamento – sopesa todos os nossos atos.
Lima da verdade – dissipa a ilusão.
Metro moral – define o tamanho de nosso discernimento.
Espelho da consciência – reflete a fisionomia da alma.
Em todas as expressões pessoais, é possível errarmos para mais ou para menos.
Quem não avança na estrada do equilíbrio que somente a autocrítica delimita com segurança, resvala facilmente na impropriedade ou no excesso, perdendo a linha das proporções.
Com a autocrítica, lisonja e censura, elogio e sarcasmo deixam de ser perigos destruidores, de vez que a mente provida de semelhante luz, acolhe-se ao bom senso e à conformidade, evitando a audácia exagerada de quem tenta galgar as nuvens sem asas e o receio enfermiço de quem não dá um passo, temendo anular-se, ao mesmo tempo que amplia as correntes de cooperação e simpatia, em derredor de si mesma, por usar os
recursos de que dispõe na medida certa do bem, sob a qual, a compaixão não piora o necessitado e a caridade não humilha quem sofre.
Sê fiscal de ti mesmo para que não te levantes por verdugo dos outros e, reparando os próprios atos, vive hoje a posição do juiz de ti próprio, a fim de que amanhã, não amargues a tortura do réu.

**********************

Livro Caminho Iluminado

OUVE A CONSCIÊNCIA
Emmanuel – Francisco C Xavier

Ouve a consciência que te impele ao dever e não te perturbes.
Serve e caminha.
Não podemos construir os mínimos tópicos de alegria no próprio espírito, sem que nos rendamos com alegria ao trabalho que nos compete.
Somos material inteligente nas mãos sábias do Cristo. O Senhor, no entanto, não opera em nós através de constrangimento, porque o Reino de Deus deve realmente surgir nos recessos de nossas próprias almas.
Estuda os desafios que as circunstâncias te lançam em rosto.
É possível que todas as opiniões em derredor de ti se façam contrárias ,entretanto, conserva a paciência e espera por Deus, porque a opinião dos Mensageiros de Deus pode ser diferente.
Amar sem exigir compensação.
Colaborar para o bem nos lugares onde o mal se nos afigure solidamente instalado.
Aguardar sempre o melhor, ainda mesmo nas piores situações.
Todos somos obreiros do progresso.
Todos estamos endereçados à perfeição.

Publicado por: . | 16 dezembro, 2020

COMPREENDA ILUMINANDO DE AMOR – EVANGELHO DO DIA

Evangelho da Quarta feira 📡

📲 Tema: COMPREENDA ILUMINANDO COM AMOR 🧏‍♂️ 💫 com Carlos Alberto (Beto) Costa 🧏‍♂️ Assista e compartilhe 👇🇧🇷

👉📚 MINUTOS DE SABEDORIA

DESPERTE para a vida. Medite em suas responsabilidades perante a humanidade e perante Deus.
De você dependem criaturas que o cercam, na família, no trabalho na sociedade. Não fuja à responsabilidade que você assumiu: realize seu trabalho com amor, produzindo o melhor que puder, e o máximo que suas forças o permitirem. Em suas mãos está uma parte do futuro da humanidade.

Carlos T Pastorino 💫

Publicado por: . | 15 dezembro, 2020

Oferta de Natal – Emmanuel

OFERTA DE NATAL
Espírito: EMMANUEL
Senhor!
Enquanto as melodias do Natal nos enternecem, recordamos também, ante o céu iluminado, a estrela divina que te assinalou o berço na palha singela!…
De novo, alcançam-nos os ouvidos as vozes angélicas:

  • Glória a Deus nas Alturas, paz na Terra, boa vontade para com os homens!…
    E lembramo-nos do tópico inesquecível da narrativa de Lucas (Evangelho de Lucas 2:8-11):
    “Havia na região da manjedoura pastores que viviam nos campos e velavam pelos rebanhos durante a noite; e um anjo do Senhor desceu onde eles se achavam e a glória do Senhor brilhou ao redor deles, pelo que se fizeram tomados de assombro…
    O anjo, porém, lhes disse: não temais! Eis que vos trago boas novas de grande alegria, que serão para todo o povo… É que hoje vos nasceu, na cidade de David, o Salvador, que é o Cristo, o Senhor”.
    *
    Desde o momento em que os pastores maravilhados se movimentaram para verte, na hora da alva, começaste, por misericórdia tua, a receber os testemunhos de afeição dos filhos da Terra.
    Todavia, muito antes que te homenageassem com o ouro, o incenso e a mirra, expressando a admiração e a reverência do mundo, o teu cetro invisível se dignou acolher, em primeiro lugar, as pequeninas dádivas dos últimos!
    Só tu sabes, Senhor, os nome daqueles que algo te ofertaram, em nome do amor puro, nos instantes da estrebaria:
    A primeira frase de bênção…
    A luz da candeia que principiou a brilhar quando se apagaram as irradiações do
    firmamento…
    Os panos que te livraram do frio…
    A manta humilde que te garantiu o leito improvisado…
    Os primeiros braços que te enlaçaram ao colo para que José e Maria repousassem…
    A primeira tigela de leite…
    O socorro aos pais cansados…
    Os utensílios de empréstimo para que te não faltasse assistência…
    A bondade que manteve a ordem, ao redor a manjedoura, preservando-a de possíveis assaltos…
    O feno para o animal que devia transportar-te…
    *
    Hoje, Senhor, que quase vinte séculos transcorreram, sobre o teu nascimento, nós, os pequeninos obreiros desencarnados, com a honra de cooperar em teu Evangelho Redivivo, pedimos vênia para algo te ofertar… Nada possuindo de nós, trazemos-te as páginas simples que Tu mesmo nos inspiraste, os pensamentos de
    gratidão e de amor que nos saíram do coração, em forma de letras, em louvor de tua infinita bondade!
    Recebe-os, ó Divino Benfeitor! Com a benevolência com que acolheste as primeiras palavras e respeito e os primeiros gestos de carinho com que as criaturas rudes e anônimas te afagaram na gloriosa descida à Terra!… E que nós – espíritos milenares fatigados do erro, mas renovados na esperança – possamos rever-te a figura sublime, nos recessos do coração, e repetir, como o velho Simeão, após acariciar-te na longa vigília do Templo:
  • “Agora, Senhor, despede em paz os teus servos, segundo a tua palavra, porque os nossos olhos viram a salvação!…”.
    FONTE: LIVRO ANTOLOGIA MEDIÙNICA DO NATAL – Psicografia: Francisco
    Cândido Xavier – Uberaba, 25 de dezembro de 1966.

Older Posts »

Categorias