Publicado por: . | 7 janeiro, 2014

UMA VISITA DE CRUZ E SOUZA – Lindos casos

O confrade Izaltino Silveira Filho, digno companheiro nosso em Juiz de Fora, achava-se em prece com o Chico, em Pedro Leopoldo, na noite de 11 de setembro de 1948, quando ele e o Médium registraram a presença de alguns amigos espirituais.
Concentraram-se e, dentre as Mensagens recebidas, veio o seguinte
soneto de Cruz e Souza pelas mãos do Médium, dedicado ao irmão acima referido:
SEGUE
Segue gemendo no caminho estreito,
De pé sangrando em chagas dolorosas,
Sustentando alegrias que não gozas,
À renúncia rendendo excelso preito.
Na cruz pesada que te oprime o peito,
Encontrarás estrelas milagrosas,
Sob chuvas de bênçãos e de rosas,
Que dimanam do amor santo e perfeito.
Se o temporal de lágrimas te encharca,
Seja a esperança a luminosa marca
Que te assinale as súplicas sinceras!
Somente a dor na terra estranha e escura
Apaga na corrente da amargura
Os erros que trazemos de outras eras…
CRUZ E SOUZA
Assinalamos aqui esse soneto, não só por sua beleza, mas também pela exatidão do estilo que caracteriza o grande e inesquecível poeta.
Livro : Lindos Casos Chico Xavier. Ramiro Gama. lição 76


Responses

  1. Inteligencia superior
    António


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias