Publicado por: . | 16 outubro, 2020

Poema para Lívia – Emmanuel

UMA FLOR, UMA LUZ

Caminhando através do tempo,
eu conheci uma flor
que revelava a harmonia do firmamento
e o aroma suave do amor.

Diante de tanto encanto,
eu fiz uma oração,
entrecortada pelo pranto
que brotava de meu coração.

Ouvi uma cantiga
que falava de amor;
percebi a expressão de vida
que brotava daquela flor.

E aconteceu, de repente,
num amplexo de cor e de luz:
a flor adquiriu o aspecto de gente,
ao lado do Mestre Jesus.

Olhos banhados em pranto
diante de paisagem tão nívea
surpreso e cheio de encanto,
consegui balbuciar: Lívia!…

Desde então…

Vou caminhando.
Não posso parar.
Vou seguindo em direção
desse castelo no ar.

Escrevi o endereço
Dentro do meu coração.
Não vou errar.
Tem uma flor na esquina…
uma luz que ilumina
e um perfume no ar.

O caminho é sereno.
Lá existe um Senhor,
com o porte Nazareno,
cultivando uma flor.

É tão fácil encontrar
esse castelo no ar…
Quem quiser é só me seguir.
Eu não vou errar.

Eu escuto uma canção
que alegra minha alma…
me fazendo sorrir…
É tão fácil caminhar…
Quem quiser me acompanhar
é só chegar e seguir.

Quem tiver incertezas
é só deixar impurezas
e levantar essa Cruz…
deixar os olhos bem abertos,
para enxergar – nesse deserto –
uma flor, uma Luz.

EMMANUEL
Berenice B. Andrade
Livro: De Coração a Coração
Vol.II


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Categorias